Lew’Lara


Com o conceito “fuja do pradrão”, a Lew´Lara\TBWA conseguiu um case na publicidade brasileira. Especialmente no seguimentos dos automotivos.

Uma idéia simples que cria impacto. Lembra do vinil? Pois é… Funcionou muito bem!

Separamos o making of da gravação e os dois vídeos já veiculas na televisão.

Utilizando vassouras e panos secos para remover a fuligem depositada pela poluição na parede do túnel Ayrton Senna, foram escritas mensagens para a população aderir ao movimento e divulgar o Dia Mundial Sem Carro:

ANDE. VÁ DE BICICLETA. PEGUE ÔNIBUS. USE O METRÔ.
POR MENOS POLUIÇÃO. 22/09. DIA MUNDIAL SEM CARRO.

O fato de ser possível escrever limpando a parede deixa escancarado o grau da poluição que atinge a cidade e que compromete a qualidade de vida dos paulistanos.

A extensão da intervenção é de 700 metros de comprimento, cada letra tem 4 metros de largura por 2 metros de altura.

Ficha técnica

Cliente: Nossa São Paulo: Outra Cidade
Criação: Manir Fadel / Marco Versolato / Alexandre Vilela (xã)
Direção de Criação: Jaques Lewkowicz / Marco Versolato / Manir Fadel
Produção: Rebecca Barreto / Cae Sagula
Produto: Dia Mundial Sem Carro
Atendimento: Luiz Eduardo Soutello

Assista o filme:

A segunda fase da campanha “A Consultora Natura cuida. E se cuida”, criada pela Lew’Lara.

 Os cinco filmes, veiculados em TV aberta, spot de rádio e banners para sites foram produzidos a partir de depoimentos de pessoas que se relacionam com as consultoras para mostrar a importância dessas profissionais na vida de seus clientes, familiares e amigos.

De acordo com Marcos Versolato, Vice-presidente de Criação da Lew’Lara, “os documentários fogem do padrão testemunhal convencional, pois são apresentados por pessoas do relacionamento dessas mulheres”, reforçando que “o projeto nasceu a partir da pesquisa de histórias reais que pudessem explicar aos consumidores a riqueza dessa atividade, que entre muitas funções, zela pelo cuidado de outras pessoas”.

Isso é muito importante para os clientes porque assim a empresa mostra o seu grau de importância com os mesmos.

 

A Lew’Lara\TBWA, em trabalho para a Baden Baden, criou um encarte bastante diferenciado com costura em papel. A peça destaca o conceito  “Baden Baden. Cerveja feita à mão” e traz um copo de cerveja bordado, de verdade, em ponto cruz .

O projeto se prolongou por mais de 10 meses e demandou bastante envolvimento da produção gráfica da agência, passando por testes de máquina para a execução final da impressão na gráfica Burti. Os bordados foram feitos pela Fattore.

Ficha Técnica:

TÍTULO: Cerveja feita à mão
AGÊNCIA: LEW’LARA\TBWA
DIREÇÃO DE CRIAÇÃO: Jaques Lewkowicz, André Laurentino, Marco Versolato, Manir Fadel e Bráulio Kuwabara.
DIREÇÃO DE ARTE: Filipe Cuvero
REDAÇÃO: Roberto Kilciauskas, Leandro Lourenção
ATENDIMENTO: Márcio Oliveira, Ricardo Forli e Rodrigo Bochicchio
MÍDIA: Herbert Gomes e Clara Corrales
PRODUÇÃO GRAFICA: Marcos Pedra e Flávio Schaefer
APROVAÇÃO: Marcel Sacco, Ana Coutinho e Felipe Puglia
BORDADO: Fattore
GRÁFICA: Burti

Peças

 

O comercial da Lew Lara para a TIM foi filmado totalmente debaixo d’água, com a finalidade de incentivar o público a desacelerar e relaxar praticando esportes.

Outros três filmes de 60 segundos, além de anúncios, outdoors e empenas com a sugestão “Use nossa tecnologia para viver melhor”, complementam a campanha.

Making Off 

Campanha

 

Criada em 1992, a Lew’Lara/TBWA é a quarta maior agência do País. Após várias experiências bem-sucedidas na Almap/BBDO, Embratur e Paulistur, Luiz Lara fundou a agência Lew´Lara, da qual é presidente e sócio, ao lado de Jaques Lewkowicz. Agregada a criatividade de Jaques Lewkowicz (integrante desde novembro de 2007 do Grupo Omnicom, um dos principais conglomerados de comunicação do mundo) ao planejamento estratégico de Luiz Lara no posicionamento de marcas e na construção de cases vitoriosos.

 

Principais Clientes

BANCO REAL
O cliente está na Lew,Lara desde 1999, época em que sua fusão foi considerada a melhor do mercado financeiro, porque, ao contrário de outras fusões, o cliente do Real não “dormiu Real e acordou ABN Amro”. A instituição não perdeu sua identidade, apenas agregou um nome que trouxe solidez, tecnologia e força internacional a um banco cujos atributos mais apontados pelos correntistas eram atendimento exemplar e simpatia. E foi isso que, desde o início, a comunicação da Lew,Lara focou. Falava da união de dois mundos complementares, justamente em um país ideal para encontros (a propaganda citava o encontro do craque com a bola e outras analogias). Por coincidência, até as cores se casaram. Foi o verde do Real com o amarelo do holandês ABN. Também foi o primeiro banco a posicionar o cliente como protagonista em sua propaganda, o que gerou uma mudança na comunicação da categoria.

 

NOKIA
Líder de mercado e top of mind da categoria, a Lew,Lara propõe para a Nokia uma experiência de marca que não seja somente a da tecnologia. Até porque, tecnologia é algo que muda muito rápido, dia após dia; tanto a empresa quanto seus concorrentes podem lançar algo inovador, que logo depois será alcançado ou superado. Eventos como o Nokia Trends, que foi idealizado na Lew,Lara, permitem que o consumidor vivencie a marca. O Nokia Trends aponta as tendências do momento e faz com que as pessoas “respirem” a marca Nokia. E não é porque foi ligado à música que tem que ser sempre assim. Nokia Trends é uma marca que um dia pode virar um restaurante. Logicamente que servirá pratos que são tendências, seja lá de que parte do mundo for. Não é à toa que a Lew,Lara foi indicada para cuidar do segmento jovem para a Nokia na América Latina.

TIM
Outra marca que foi top of mind na última pesquisa da Folha de S.Paulo, mesmo sem ter o número de clientes e a verba de comunicação da líder de mercado, a Vivo. Um dos sucessos da marca no Brasil é a forma como a Lew,Lara utilizou seu conceito mundial, o “Viver sem fronteiras”. Na Itália, seu país de origem, a palavra fronteiras é usada na acepção de barreira geográfica. Aqui não. Demonstra que a TIM ultrapassa fronteiras não só geográficas, mas de crenças, raças, idades e tudo mais. Um dos pilares utilizados para isso é a música. A TIM possui projetos musicais que vão desde o “Música nas Escolas”, para a rede estadual, até o “TIM Festival”, o badalado festival anual promovido pela marca.

Prêmios

A Lew’Lara tem em seu rol, prêmios como Caboré 2000: Agência do Ano; Caboré 2003: Dirigente de Comunicação para Luiz Lara; Caboré 2004: Profissional de Comunicação para Jaques Lewkowicz; Hall da Fama do Anuário do Clube de Criação de São Paulo em 2004; Cannes: 2 ouros, 1 prata, 2 bronzes e 1 Media Lions; única agência brasileira a ter filme escolhido como melhor comercial no El Ojo de Iberoamérica 2005; Grand Prix no Prêmio ANJ 2003 no Festival da ABP 2004 e Grand Prix no Voto Popular 2004. Em 2005, a Lew’Lara conquistou a posição de agência brasileira com mais peças na revista Archive (e sexta do mundo). Foi também uma das quatro agências mais premiadas nos Festivais do Clube de Criação de São Paulo, Voto Popular, Prêmio Folha/ Meio & Mensagem e ABP 2005; Prêmio Abril de Publicidade: Grand Prix em Criação e Melhor Utilização do meio Revista, com Nokia. Em 2008 Premio Abril de Publicidade nas categorias Melhor Utilização do Meio Revista,Grand Prix de Media.
 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.