McCann Propaganda

Criada em 1903 na cidade de Nova York, pela associação de Harrison McCann e Alfred Erickson – dois bem sucedidos homens de negócios que já traçavam carreira em propaganda – a McCann-Erickson Publicidade é uma das primeiras e mais sólidas agências de publicidade do mundo.
Ao longo de 100 anos a McCann tornou-se uma referência mundial na propaganda, ocupando pela maioria deles, o 1º lugar no ranking de faturamento e com os maiores e mais famosos clientes globais, como Coca-Cola, Nestlé, MasterCard, General Motors, Microsoft e muitos outros.
O sucesso da McCann é proporcional ao de seus clientes, sejam eles multinacionais ou locais, de grande ou pequeno porte, sempre baseada na excelência em planejamento estratégico, negociação de mídia e uma criação vencedora, que cativa o consumidor e “vende o produto nas prateleiras”.
A McCann está no Brasil desde 1935 e possui 4 escritórios: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, empregando 400 pessoas.

McCann WORLDGROUP

A McCann WorldGroup foi criada em 1996 para atender às necessidades de comunicação de todos os nossos clientes, no mundo todo.
Esta é a maior, mais completa e eficaz rede de comunicação interligada que engloba serviços de planejamento e execução para propaganda, promoções, internet, relações públicas, marketing social, marketing de relacionamento e consultoria de marca / design.
Atualmente, temos como empresas da McCann WorldGroup que atuam no mundo todo, a McCann-Erickson Publicidade, a MRM Zentropy, a Momentum, a Weber Shandwick e a Future Brand que se associam a empresas locais ou trabalham individualmente suprindo clientes multinacionais e locais de todos os portes.

 

 

História da McCann Brasil 

1935 A McCann abre no Rio de Janeiro seu primeiro escritório no Brasil, para atender a conta da Esso. Armando de Moraes Sarmento é contratado como gerente-geral da filial, que era subordinada à McCann-Buenos Aires, presidida por Henry Clark. 

1937 – São Paulo sedia o segundo escritório da McCann no Brasil, comandado por David Augusto Monteiro. Os primeiros clientes da filial são GM e Frigidaire. 

1941 – Vindo dos Diários Associados, o jornalista Emil Farhat é contratado como redator pela McCann-Rio. 

1941 – Trazendo as últimas notícias da guerra na Europa, estréia no rádio o “Repórter Esso”. O programa segue a fórmula desenvolvida pela McCann nos EUA. Na voz de Heron Domingues será o principal noticioso do rádio e da TV brasileira por mais de duas décadas. 

1942 – O Brasil torna-se o segundo país a fabricar a Coca-Cola. Moraes Sarmento consegue a conta para a McCann e inicia um trabalho de prospecção que, na década seguinte, trará a conta mundial do refrigerante para a McCann Internacional. 

1944 – Altino João de Barros é contratado como office-boy da McCann-Erickson. Passa a receber o salário mínimo da época, Cr$ 350,00. Sua primeira função era carregar os clichês de chumbo dos anúncios da clicheria para a agência. 

1948 – É criado o Departamento de Pesquisa de Mídia na McCann-Rio. 

1948 – A McCann consegue a conta da Anakol. Com pesquisa desenvolvida pela agência, o laboratório lança o creme dental Kolynos. Em paralelo, a equipe do criativo Ítalo Éboli cria a expressão “Ah, Kolynos”, que será usada durante mais de três décadas. 

1950 – Entra no ar em São Paulo a TV Tupi, primeira emissora de TV da América Latina. Entre seus primeiros anunciantes, alguns clientes da McCann. 

1950 – Nasce a Editora Abril, com o lançamento da revista infantil em quadrinhos “O Pato Donald”, que já em sua primeira edição tinha anunciantes da McCann. 

1953 – Ao conquistar a conta da Nestlé, a McCann torna-se a maior agência brasileira, desbancando a liderança da JW Thompson. 

1953 – O “Repórter Esso” vira programa de TV, transmitido pela Tupi do Rio de Janeiro. 

1953 – É fundada a Marplan, empresa de pesquisas de opinião de grupo McCann.
1954 – Moraes Sarmento é nomeado vice-presidente da McCann-Erickson para a América do Sul. 

1956 – A McCann abre seu terceiro escritório no Brasil, em Belo Horizonte. 

1957 – A McCann abre seu quarto escritório no Brasil, em Porto Alegre. A filial gaúcha é hoje a mais antiga agência em atividade no estado. 

1958 – É fundada a Multi Propaganda, segunda agência do grupo McCann no Brasil. 

1958 – A Marplan é pioneira no uso de computadores para tabulação de pesquisas. 

1959 – Moraes Sarmento é promovido a presidente da McCann-Erickson Internacional. Muda-se para os Estados Unidos e Emil Farhat assume a presidência da filial brasileira. 

1960 – A sede nacional da McCann passa a ser em São Paulo. 

1960 – Nas comemorações do seu 25º aniversário, a McCann lança o livro “Técnica e Prática da Propaganda”, escrito por diversos profissionais da agência e coordenado por Eliezer Burlá, diretor da filial do Rio de Janeiro. A obra torna-se um clássico da propaganda brasileira. 

1965 – A McCann unifica todos os meios de comunicação (rádio, TV, jornal, revista e outdoor) em um único departamento de mídia. 

1967 – Cliente da McCann, a Gillette é o primeiro anunciante brasileiro a utilizar o sistema GRP de medição de audiência. 

1968 – Moraes Sarmento assume a presidência do Interpublic Group, que controla a McCann. 

1968 – Em 31 de dezembro, o locutor Roberto Figueiredo transmite pela última vez no rádio o programa “Repórter Esso”. 

1969 – Jens Olesen vem para a McCann-Brasil como supervisor das contas da GM e Goodyear. Fica por aqui um ano e meio e retorna à Europa para coordenar os escritórios de Portugal, Noruega e Dinamarca. 

1969 – Em julho, a Esso patrocina, no Brasil, a histórica transmissão direta pela TV da chegada da Apolo 11 à Lua. 

1970 – Sai do ar na televisão o programa “Repórter Esso”, que era transmitido pela TV Tupi. 

1974 – O americano Robert Cole assume a presidência da McCann-Brasil no lugar de Emil Farhat. 

1976 – Jens Olesen volta ao Brasil como gerente-geral da McCann e dá início a uma ampla reformulação interna na agência. Entre as inovações, é introduzido o planejamento estratégico na propaganda brasileira. 

1978 – Altino de Barros cria o “top de cinco segundos” para a General Motors patrocinar a abertura das transmissões dos jogos da Copa do Mundo na Argentina. Bastante inovador, desde então esse formato publicitário é adotado por diversos programas de TV. 

1979 – Olesen torna-se o presidente da McCann-Erickson Brasil, substituindo Robert Cole. 

1985 – Olesen passa a supervisionar as filiais da McCann em toda a América Latina e Caribe. Atualmente, essa região tem 72 agências em 34 países, sendo que todas estão posicionadas entre os primeiros lugares nos rankings locais. 

1985 – A matriz do Grupo McCann muda-se para sede própria, na rua Loefgreen 2527, Vila Clementino, em São Paulo. 

1988 – Olesen passa a integrar o board da McCann-Erickson mundial. 

1994 – A McCann volta a liderar o ranking das maiores agências brasileiras, ultrapassando a DPZ. O faturamento da McCann no ano foi de US$ 62 milhões, contra US$ 43 milhões da DPZ. 

1994 – É criada a Universal Publicidade. 

1996 – É criado o McCann WorldGroup, que inclui a McCann-Erickson Publicidade, MRM Zentropy, Momentum, Weber Shandwick e mais empresas locais, próprias ou associadas, nos diversos países onde o grupo tem escritórios. 

1996 – É aberto o escritório de Brasília, para atender as contas da Embratur e Caixa Econômica Federal. 

1997 – É criada a McCann SocialMarketing. 

1998 – É criada a Thunder House Comunicações. 

1998 – A Sight passa a fazer parte do grupo McCann, com o nome de Sight.Momentum. 

1998 – A Contemporânea, agência de publicidade carioca, passa a fazer parte do Grupo McCann. 

1999 – A Sun MRM passa a fazer parte do Grupo McCann. 

2000 – É criada a Harrison Comunicações. 

2000 – A Bullet Promoções passa a fazer parte do Grupo McCann. 

2001 – É criada a Torre Lazur-McCann Healthcare. 

2001 – A Futurebrand BC&H se associa ao Grupo McCann. 

2002 – A McCann-Erickson-DF conquista a conta do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. 

2002 – A dupla de criação formada pelos brasileiros André Arruda e Daniel Martins cria um dos três filmes da campanha mundial do Nescafé – “Uma coisa leva a outra” -, produzida pela McCann de Londres. 

2002 – A McCann-Brasil cria campanha para o cereal Nesfit, da Nestlé, que é veiculada na Europa, Ásia e América Latina. 

2002 – Criada pela McCann, a campanha “Somando forças até o fim da pobreza”, marca a implantação no Brasil da maior ONG do planeta, a Care, especializada no combate à pobreza. 

2003 – A campanha “Nestlé e Você. Junta Brasil”, criada pela Sight.Momentum e McCann, é o maior projeto de marketing de toda a história da Nestlé. São sorteadas 248 casas no valor de R$ 40 mil cada. Paralelamente, a empresa consolida seu apoio ao Programa Fome Zero, destinando o valor equivalente às casas em produtos Nestlé para diversas instituições de caridade. 

2003 – A McCann conquista a conta do recém-privatizado Banespa. 

2003 – A campanha contra o trabalho infantil “Trazer uma criança para trabalhar na sua casa é tirar a infância e o futuro dela”, criada pela McCann para a Fundação Abrinq, é aprovada pela Unicef e pela OIT para ser veiculada em toda a América Latina. 

2004 – Na reunião dos Líderes Mundiais para a Ação contra a Fome e a Pobreza, realizada no dia 20 de setembro, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, com a presença de 53 chefes de Estado, suas delegações e ONGs do todo o mundo, Percival Caropreso, apresenta a campanha “8 Jeitos de Mudar o Mundo”, para divulgar as oito metas do milênio, fixadas pela ONU em 2000 e que prevêem as iniciativas necessárias para oferecer melhores condições de vida à população mundial até 2015. 

2004 – Jens Olesen completa 25 anos como presidente da McCann-Brasil, cargo que inclui o comando do Grupo McCann na América Latina e Caribe.

 

fonte: Winkpédia