Cliente: Coca-Cola

Campanha: Quem foi o melhor?

 

Quando você vai com seus amigos naquele boteco em que a maioria das damas não pisam, o que você pede? A resposta, posso apostar, envolve ou cerveja ou cachaça. Eu, pelo menos, nunca vi amigos bebendo leite.

Mas a Coca-Cola quer ganhar os bares do Brasil e escolheu o futebol para chutar as portas desses estabelecimentos. Numa associação quase que básica de preferências nacionais sendo futebol e boteco , colocou uma figura no mínimo simpática do esporte bretão para concorrer com Maradona. Quem foi melhor? Biro Biro ou o jogador argentino? Basta depositar suas tampinhas nas urnas e escolher.

Para ativar a brincadeira, mais brincadeira, e nas últimas semanas o embate ganhou as ruas do Rio de Janeiro. Argentindo arranhavam um português esquisito e apurrinharam os habituês dos botecos cariocas, sedentos por tampinhas e por vitória.

Biro Biro não deixou por menos, e com muito mais ginga e jogo de corpo, foi tête-à-tête convencer o eleitorado, percorrendo bares da Zona Sul da cidade. Acompanhado das Biro Birete (pronto! estava faltando mulher na fórmula!), distribuiu abraços e santinhos com as estatísticas que mostram porque ele merece a vitória.

As torcidas do Flamengo e do Botafogo também participaram da campanha pró Biro-Biro. Na decisão do Campeonato Carioca, no Maracanã, as torcidas mostraram quem apóiam nessa batalha abrindo seus bandeirões gigantes em apoio ao ex-jogador brasileiro.

 

É isso ai, de agora em diante acompanharemos voto a voto para saber quem será o vencedor.

 

Viva o lado Coca-Cola do futebol.