Há cerca de 270 anos atrás e criado um aparelho chamado Estereoscópio. Esse aparelho foi um invento grandioso, pois com ele houve a disseminação das fotografias. Esse aparelho permitia reproduzir desenhos tridimensionais de figuras geométricas e objetos. Ao longo dos anos com a evolução para os estereoscópios criou-se a cinematografia e a videografia tridimensional, onde alcançou sucesso na década de 50, mas infelizmente esse novo método não se estruturou economicamente devido à degradação do sinal de vídeo analógico que prejudicava a imagem, antes havia uma limitação tecnológica.

Hoje em dia, os estereocópios obtiveram um desenvolvimento considerável, pois ele está presente em projetos de engenharia, estudos anatômicos, entretenimento, entre outros. Hoje existem os óculos obturadores de cristal líquido que nos envolve em projetos científicos e tecnológicos que necessitam de visualização 3D como, por exemplo, a engenharia aeronáutica, automobilística, naval e de extração de petróleo. Sabemos que hoje devido ao avanço da tecnologia é possível que a videografia e a cinematografia tridimensional continuem se mantendo.

Cabe-nos indagar até que ponto a tridimensionalidade pode se expandir e se adequar totalmente ao nosso cotidiano, ou se ela será apenas para usarmos no encontro de novas aplicações em atividades audiovisuais com aplicações em atividades audiovisuais com aplicações científicas sendo sempre limitada a algo.

 

 

 

 

Nome dos Integrantes do Grupo

Albert

Aline Barakat

Aline Almeida

Anderson

Emerson

Estevão

Josivan

Marcos

Marilda

Vanessa Gonçalves