Datas comemorativas como: Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, entre outras
datas, se tornaram hoje para o comércio uma forma de crescimento na
economia e nas finanças. Muitas destas datas perderam o significado que eram cultivados até hoje.
Os valores estão se perdendo. O comércio das datas comemorativas,
atrai também o lado bom, pois gera empregos em determinadas épocas,
como as festas de fim de ano e temporários para páscoa, portanto o
comércio que paga imposto comemora ainda mais quando o aumento das
vendas é maior do que o esperado.Porém existe também o comércio pirata,
que além de vender imitações de marcas conceituadas, garantem o seu “salário” através de preços baixos e mercadorias diversificadas, gerando então desconforto e confusão entre aqueles que pagam pra vender.
Gerando emprego ou não, trazendo mercadoria de boa qualidade ou não,
tudo que se faz se torna uma forma de comércio, datas apenas para ganhos e sentidos e significados ficando para trás, daqui á alguns anos as crianças já irão nascer consumistas, egoístas, ou até mesmo sem entender o verdadeiro sentindo de cada dia que passar.
Fiquemos atentos, comprar por necessidade talvez, mas perder os conceitos e sentidos jamais!