“Não é viver num verdadeiro mar de rosas…

 Não é viver contente consigo e esquecer do próximo…

 Não é ser louco…

 

 Ser publicitário é…

 

 Poder viver e aprender…

 Poder ter a imaginação livre para “voar”…

 Poder cair e brevemente se reerguer…

 Poder dormir com um projeto em mente,  para no dia seguinte, ao acordar, somente passa – lo para o papel e/ou coloca – lo em prática, mas e quando isso não acontece e naquele “dia seguinte” todo o projeto fora embora?

 

 Os tombos e obstáculos da vida foram feitos para ajudarmos a crescer, não só mentalmente como principalmente profissionalmente.

 

 Quando um publicitário é julgado louco, ignore, pois esse alguém não sabe o quanto é bom ter a imaginação livre e poder sonhar e projetar em cima daquilo que um dia fora somente mais um pensamento!”.

 

 Liberte-se