A força da mulher é geradora de muitas conquistas. Conquista a liberdade, participação política, inclusão no mercado de trabalho e tantas outras. Entretando, diante da violência doméstica ela enfraquece. Muitas são as mulheres que por medo do agressor, medo de serem condenadas por parte da sociedade ou até mesmo por vergonha, acabam não denúnciando seus agressores e sofrendo calandas.

 As agressões geralmente sempre são realizadas por um agressor próximo, na maioria namorados ou maridos, as vezes até por alguém da própria família. Nem sempre as agressões são físicas, elas podem também ser agressões psicológicas ou sexuais .

Os atos violentos devem ser denúnciados. A delegacia da mulher (DDM) é especializada nestes tipos de casos, mas as denúncias podem ser feitas em qualquer delegacia.

A ong “Women’s Aid” estréiou na semana passada na Inglaterra uma campanha que trata exatamente desse assunto, a violência doméstica.

No comercial a atriz Keira Knightley aparece apanhado brutalmente do seu marido e termina perguntando ao espectador se já não é hora de alguém gritar “corta!”.

Confira o vídeo: